Montar uma revenda de toner e cartucho de impressora.

kit-tinta-recarga-hp-snap-cartuchos-122-662-664-60-1-D_NQ_NP_526801-MLB20403267688_092015-Ftoner-compativel-brother-tn1000-premium-somos-revenda-c-nf-D_NQ_NP_773862-MLB27498161914_062018-F

VOCÊ TEM O PERFIL PARA EMPREENDER?

Você quer trabalhar apenas por obrigação e ter uma renda fixa no final do mês? Ou quer usar suas habilidades para atingir uma realização pessoal e profissional?

Se você se encaixa mais no segundo perfil, deve ser uma pessoa que faz planejamentos a longo prazo, e que quer ter sucesso com eles. E quando falamos em sucesso, não queremos dizer necessariamente o êxito financeiro. Para muitas pessoas, sucesso é atingir alguma realização pessoal, ter mais tempo para passar com os familiares.

Se você bate de frente com os problemas e não fica quieto até conseguir resolvê-los, quer que seus projetos sejam seu maior orgulho, está sempre em busca de novas tarefas, soluções, fontes de renda, e não se preocupa com a rotina do dia a dia, você já tem a alma de um empreendedor.

Ser um empreendedor vai muito além de ser seu próprio chefe. Para empreender é preciso imaginação, não só apenas para a ideia do negócio, mas para saber lidar com ele. É necessário ser organizado e planejado, para evitar riscos e gastos desnecessários.

Um bom empreendedor tem que lidar bem com as pessoas, para ter um bom relacionamento com seus funcionários, colaboradores e clientes.

O mais importante é acreditar em si mesmo, e ter coragem para correr riscos. Dessa forma você alcançará os melhores resultados e terá sucesso no seu negócio.

TENHA UMA IDEIA INOVADORA

Agora que você tem certeza de que será um bom empreendedor, saiba que para empreender em Bauru é necessário ter uma ideia inovadora.

Se você tem alguma coisa específica que goste de fazer e acha que pode se tornar um negócio, você pode investir nisso. Trabalhar com o que ama pode ser uma opção viável para o sucesso. Busque por um diferencial, para se destacar no ramo.

Se não tiver uma ideia de negócio, faça uma lista de coisas que você acha que poderiam ser solucionadas pela sua empresa. No geral, uma empresa atua para resolver algum problema. Pense em como sua empresa poderá solucionar o problema do seu cliente. Alguns problemas podem ser identificados com uma conversa com os potenciais clientes. Outras vezes, o cliente nem sabe que tem um problema até uma solução aparecer.

Porque o cliente escolherá você ao invés do seu concorrente? O importante é ter algo específico. Você pode tentar trabalhar com uma proposta pouco explorada e inovadora.

PLANO DE NEGÓCIOS

Com uma boa ideia para empreender, está na hora de montar o seu plano de negócios. Através dele, você conseguirá ter uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além do planejamento, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver esse planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também sobre o público que você deseja atingir, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Saiba como montar um plano de negócios ideal para seu negócio com nosso guia completo

RESUMO DOS PRINCIPAIS PONTOS DO PLANO DE NEGÓCIO

O que é o seu negócio? É Preciso que você saiba qual a missão da empresa, o porquê ela existe e quais são os seus valores. Quais serão os principais serviços e/ou produtos oferecidos? Defina qual será a área de atuação da sua empresa, as obrigações fiscais e o setor de atividade.

É necessário deixar estabelecido quem serão seus principais clientes, quem é o público alvo. Faça uma análise de mercado sobre o que os clientes procuram no seu ramo de negócios. Analise também seus concorrentes, descubra a maneira como eles trabalham, quais são pontos negativos e positivos do seu método de funcionamento.

Qual será a estrutura operacional da empresa? Defina quantas pessoas serão necessárias na sua empresa e como acontecerá todo o funcionamento dela. Você sabe quem será o seu fornecedor? Faça pesquisas de preços, compare e encontre o que mais combina com a sua empresa.

Você não pode esquecer de construir cenários e desenvolver planejamentos estratégicos e de marketing. Monte um detalhado planejamento financeiro. Coloque informações sobre de onde virá os recursos e o que será feito com eles. Qual será o faturamento mensal, em quanto tempo espera que o capital investido retorne e como você irá lidar a longo prazo com as suas finanças.

VOCÊ PRECISA DE UMA LINHA DE CRÉDITO OU UM INVESTIDOR?

Se já teve a ideia, montou o plano de negócios, mas não tem capacidade financeira para começar, saiba que você pode conseguir uma linha de crédito. Os bancos comerciais públicos com carteira comercial, como Caixa Econômica Federal e o BNDES, tem uma linha exclusiva de créditos para ME e EPP.

Entretanto, as vezes os juros cobrados nessas linhas de créditos são muito altos e o seu negócio pode não conseguir suportar. Nesse caso, você pode optar por encontrar um Investidor para sua empresa.

Além de ajudar na parte financeira, os investidores podem auxiliar na gestão do seu empreendimento. Por isso é preciso estar disposto a dividir informações, planos e até tarefas com quem investe na empresa.

Classificamos os investidores por estágios de capital de risco. Mas, para negócios que estão em fase inicial temos o Investidor Anjo e o Investidor Capital Semente.

Os investidores anjos são pessoas físicas, em geral empresários de sucesso, que estão dispostos a investir em negócios que estão em fase inicial mas que tenham potencial de crescimento. Esse tipo de investidor não vai necessariamente fazer parte da empresa. Costumam investir na média dos R$ 50 mil a R$ 500 mil.

Já o investidor Capital Semente, costuma investir valores próximos de R$ 500 mil. Porém em empresas com uma ação de mercado mais definida, que já possuam clientes e tenha uma melhor definição sobre o modelo de negócios.

SAIBA COMO PRECIFICAR

Você sabe como precificar os serviços que sua empresa vai oferecer? Ele deve cobrir todos os custos de produção e distribuição, os encargos e ainda te proporcionar algum lucro. Para isso, é preciso ter um método de precificação, para te ajudar a ter praticidade no cálculo na hora da venda, e ter uma margem de um possível valor de desconto que pode ser viável oferecer.

MANTENHA-SE ATUALIZADO

Um empreendedor deve entender tudo sobre o mercado em que seu negócio está inserido. Para isso é preciso aprender e estar sempre atualizado sobre esse ramo. Faça cursos especializados, participe de eventos sobre empreendedorismo, converse com outros empreendedores. O mundo dos negócios está sempre em constante mudanças. Por isso é importante nunca deixar de adquirir conhecimento, dessa forma sua empresa nunca ficará para trás.

PRIMEIRO PASSO PARA EMPREENDER: ABRIR A SUA EMPRESA

Sabemos que empreender  envolve muitos riscos. Entretanto, com um planejamento detalhado, estratégia de negócios, dedicação e apoio de uma acessória contábil, pode apostar que o seu negócio terá sucesso. Agora que você já sabe como empreender, chegou a hora de abrir sua empresa.

Clique aqui para mais detalhes sobre como abrir empresa

Se você quiser saber mais a fundo sobre os passos e procedimentos necessários para abrir empresa, confira também o guia completo que preparamos clicando aquiCom ele, você poderá conferir também todos os documentos necessários e tirar suas dúvidas sobre o início do

 

POR QUE MINHA IMPRESSÃO ESTÁ SAINDO COM LINHAS HORIZONTAIS?

Este tipo de problema pode aparecer em impressoras jato de tinta quando há um bloqueio parcial na saída de tinta. Isso ocorre normalmente devido ao pouco uso, ou utilização de cartucho recarregado (não-original). Em caso de impressão colorida também há a possibilidade de algum cartucho estar com pouca ou nenhuma tinta, precisando de verificação.

Antes de tudo, execute a Verificação de Jatos no software da impressora. Isso fará com que o equipamento faça a verificação interna sem que precise gastar tinta. Caso a impressora informe falta de tinta de um cartucho, a substituição deverá ser feita para que seja possível voltar a imprimir em alta qualidade. Caso ainda haja tinta, execute a Limpeza das Cabeças de Impressão, e imprima uma página de teste:

Caso a página de teste ainda apresente falha, repita a operação por até quatro vezes. Se ainda assim continuar com falhas, o recomendado é desligar a impressora e só retornar com a operação no dia seguinte. Verifique também a validade do cartucho. Se ele ficou mais de seis meses sem ser utilizado também deve ser substituído pois a tinta evapora mesmo do cartucho original.

Prefira sempre cartucho compatível de qualidade saiba mais CLIACKANDO AQUI

A Hístória da Impressora 3D

Primeira-impressora-3D

Se você acha que a impressão 3D é um novo conceito futurista está muito enganado, pois impressoras deste tipo já existem a mais de 30 anos. A primeira impressora 3D foi inventada por Chuck Hull em 1983 e foi chamada de “estereolitografia” e era um método para fazer objetos sólidos sucessivamente, imprimindo camadas finas do material uma sobre a outra.

Até 2009, a impressão 3D era limitada principalmente ao uso industrial, mas quando surgiu a patente para modelagem de deposição fundida (FDM), a impressão 3D decolou e começou a ter seu lugarzinho reservado no mercado. Através da missão do projeto RepRap de construir uma máquina auto-replicadora, nasceu a primeira impressora 3D para desktop e desde então, mais e mais fabricantes foram surgindo e hoje podemos encontrar cerca de 300.000 modelos de impressoras 3D no mundo e esse número não para de crescer a cada ano que se passa.

Como Funciona uma Impressora 3D?

Tudo começa com um modelo 3D no seu dispositivo, seja ele um notebook, computador ou até mesmo em seu tablet e smartphone. Esse modelo será impresso pela impressora 3D e é desenhado/projetado através de softwares de modelagem e escultura como AutoCAD, Blender, ZBrush, SolidWorks e muitos outros.

O processo de impressão 3D irá transformar o seu desenho inteiro em milhares de minúsculas pequenas fatias e em seguida irá efetuar a impressão de baixo para cima, fatia por fatia, como se fossem as camadas de um bolo.

O mecanismo da impressora 3D que irá efetuar a impressão é relativamente simples. Basicamente, ele possui um bico, mais conhecido como bico extrusor que irá aquecer até uma certa temperatura e nele será introduzido um filamento de plastico sólido que será empurrado através do bico que já está previamente aquecido, derretendo-o no processo. A impressora 3D irá depositar este material derretido em uma plataforma, camada por camada, e como esse filamento esfria rapidamente, acaba formando uma camada sólida, formando o objeto ou a peça do seu desenho.

As três principais tecnologias de impressão 3D mais conhecidas são a Estereolitografia (SLA), Sinterização seletiva a laser ou Fusão (SLS / SLM) e Fused Deposition Modeling (FDM).

  • FDM: Esta é a tecnologia mais comum para impressão 3D e ela é ótima para prototipagem rápida e de baixo custo. O processo de impressão FDM consiste no derretimento do filamento, sendo a opção mais barata do mercado além de oferecer uma ampla variedade de materiais à base de plástico com uma enorme variedade de cores incluindo o ABS, PLA, Nylon e misturas de materiais mais exóticos, incluindo o carbono, bronze ou madeira.
  • SLA: Resina líquida seletivamente curada (ou endurecida) pela luz. Este processo é usado principalmente para protótipos de alta complexidade e com muitos detalhes, esculturas e até moldes de jóias. O processo de impressão SLA cria objetos impressos em 3D a partir de uma resina líquida e que faz uso de uma fonte de luz para solidificar o material.
  • SlS / SLM: São plásticos sintetizados a laser de alta resistência. adequados pra protótipos funcionais e peças com design complexo. A maior vantagem da sintetização a laser é a quase completa liberdade de design, mas neste processo os objetos acabados necessitam de mais tempo para esfriar, portanto o processo leva muito mais tempo para ser executado.

Para Quem é Mais Indicado a Impressora 3D?

Uma das melhores coisas da impressão 3D é que ela pode ser benéfica para qualquer pessoa, não importa qual seja o seu ramo de atividade ou profissão. Abaixo relacionamos alguns exemplos muito bons de como as pessoas estão usando a impressora 3D, por que estão optando por esta tecnologia para criação de protótipos em alguns casos específicos.

  • Fabricação de automóveis – A impressão 3D já vem sendo usado a um bom tempo pela indústria automotiva para criação de protótipos, peças acabadas e peças de carros personalizados usadas por muitas equipes de corrida de Fórmula 1, entre outros.
  • Médicos – Você sabia que a grande maioria dos aparelhos auditivos atuais são impressos em 3D? A impressão 3D está amplamente sendo usada em vários setores da medicina para impressão de próteses, reparação de crânios, transplante de órgãos, impressões de pele, cartilagens e ossos.
  • Estudantes –  A impressora 3D oferece aos alunos de várias áreas de estudo uma solução incrível para tornar seus conceitos mais ‘tocáveis’ nos estágios iniciais do processo de design quando trabalham com processos de prototipagem e similares.
  • Entusiastas de Drones – Com uma impressora 3D é possível produzir peças de reposição ilimitadas sem depender de fornecedores externos e ainda poderá personalizar ou desenvolver novos conforme sua necessidade e ir sempre melhorando e aperfeiçoando seus designs.

Estes são alguns exemplos, mas existem muitos outros benefícios que as impressoras 3D oferecem, basta que você use sua criatividade e desenvolver novos produtos que possam ajudar a melhorar a sua vida e de várias pessoas.

Como Ganhar Dinheiro com Uma Impressora 3D

Uma das maneiras mais fáceis de ganhar dinheiro com uma Impressora 3D é oferecer a impressora como um serviço comercial ou vender itens feitos com ela. Empresas e profissionais autônomos geralmente querem objetos produzidos por meio de impressão 3D, mas não tem o equipamento, além disso, e é aí que você encontra seus clientes e uma forma de ganhar um dinheirinho extra no fim do mês.

O serviço de prototipagem rápida de impressão 3D é mais uma excelente opção que está em alta demanda entre profissionais e empresas que trabalham com arquitetura, design, engenharia e construção. O processo consiste em imprimir protótipos e maquetes de ambientes e projetos desses engenheiros e designers e assim, lucrar em cima da venda desses modelos.

Outra ótima maneira de ganhar dinheiro com a impressora 3D é entrar no mercado de produtos caseiros, artesanato personalizado, peças de decoração, bonecos e joias. E tem mais, após você aprender como usar sua impressora, você ainda poderá ministrar mini cursos ou treinamentos em empresas ou escolas utilizando a mesma.

A impressão 3D  oferece claramente uma série de grandes oportunidades para ganhar dinheiro e se você estiver disposto a investir nesse mercado, é muito importante considerar uma impressora 3D “multitool” ou multifuncionais, que permitem corte CNC, fresamento, corte a laser e até gravação. Com essa versatilidade expandida você terá ainda mais oportunidades de renda.

A Impressão 3D não é tão rápida quanto você pensa

Realmente, a impressão em 3D é lenta e não há como contornar isso, pelo menos não atualmente. Embora a impressão 3D seja popular para reduzir custos e tempo, isso não significa que você consiga imprimir peças em 3D em segundos.

Existem diversos fatores que influenciam na velocidade de impressão de seus modelos. Como exemplo, vejamos a tecnologia FDM, que tem como variáveis no tempo de impressão a temperatura do bico, o tipo de material a ser aquecido, a espessura do filamento, a espessura da camada do objeto a ser impresso e ainda o número de suportes necessários são determinantes para definir o tempo de impressão. Portanto tenha paciência em esperar de 6 a 12 horas para imprimir uma peça de 10 a 20 centímetros, claro isso irá depender da impressora e a qualidade de impressão selecionada.

Software de Impressão e Software de Moldagem 3D

As impressões que você irá fazer na sua impressora 3D deverão ser tão boas quanto o software que você está usando. O software de impressão 3D tem muitas funções diferentes que poderão ser muito úteis. Esses software irão lhe fornecer várias habilidades, dentre elas podemos citar a moldagem, personalização, renderização, criação e apresentação dos seus projetos aos clientes.

As ferramentas de software de moldagem 3D são todas sobre a criação de modelos 3D. Aqui vai um adendo: esses modelos em 3D não são feitos unicamente para a impressão, muitos deles são utilizados em animações, jogos e até filmes. Algumas destas ferramentas são muito fáceis de usar, mas outras são adequadas apenas para usuários profissionais com anos de experiência.

Por experiência própria, se não deseja investir em softwares pagos, recomendo o uso do Blender, que é um software de modelagem 3D open source ou em outras palavras, totalmente gratuito. Caso queira conferir um pouco mais sobre os programas que projetam estes modelos, confira neste site uma lista com os 10 Softwares de moldagem 3D que são gratuitos.

As Vantagens e Desvantagens da Impressão 3D

É muito importante que você entenda que a impressão 3D é uma tecnologia em rápido desenvolvimento, que vem com um conjunto de benefícios exclusivos, mas fica atrás dos processos de fabricação tradicionais que já foram moldados por muitos anos, em alguns aspectos.

Vantagens

  • Personalização – Esta é sem dúvida uma das grandes vantagens das impressoras 3D e com elas você poderá imprimir qualquer projeto, não importando sua complexidade.
  • Prototipagem – Permite uma produção rápida com um elevado número de protótipos em uma versão pequena do objeto ou peça original, o tempo para impressão destas peças é bem reduzido se comparado aos métodos convencionais, auxiliando os projetistas a encontrar falhas nos projetos que possam prejudicar a qualidade do produto antes mesmo do mesmo ser produzido.
  • Oportunidade de emprego –  Com o aumento generalizado das impressões em 3D, certamente irá criar uma demanda maior por técnicos especializados em soluções de problemas e manutenção desses equipamentos além de designers para criação de novos projetos e modelos.
  • Cuidados com a Saúde – Com o avanço da tecnologia 3D, já é possível fabricar (imprimir) partes do corpo humano e órgãos humanos personalizáveis. Essa nova tecnologia é denominada Bioprinting e embora ainda esteja em fase experimental, possui um potencial enorme.
  • Armazenamento – Atualmente são produzidos diversos produtos adicionais que você provavelmente irá usar eventualmente, isso gera problemas de armazenamento, mas com a impressão em 3D estes produtos podem serem impressos quando realmente você for usá-los e eliminá-los quando achar necessários sem ter o custo de armazenamento.

Desvantagens

  • Tamanho Limitado – O tamanho dos objetos criados em uma impressora 3D são limitados, mas em um futuro bem próximo já poderemos imprimir estruturas arquitetônicas e quem sabe o que mais vem aí.
  • Matérias-Primas Limitadas – Na fabricação tradicional de produtos, existe uma enorme variedades de matérias-primas que podem ser usadas, mas as impressoras 3D podem trabalhar aproximadamente com apenas 100 matérias-primas (falaremos mais sobre algumas delas a seguir).
  • Violação de Direitos Autorais – A principal desvantagem das impressoras 3D é a falsificação. Qualquer pessoa que consiga um projeto de um produto será capaz de falsificar o mesmo. Este crime está se tornando cada vez mais comum, e rastrear a origem dos itens falsificados é quase impossível. Muitos detentores de direitos autorais terão uma grande dificuldade em protegê-los, prejudicando muito empresas que produzem produtos exclusivos.
  • Produção de Itens Perigosos – Com a impressora 3D podem ser criadas facas de plástico, armas e outros objetos perigosos. O mais agravante que podem passar facilmente por detectores de metais sem serem identificados.

Há uma Grande Variedade de Materiais para Usar na Impressora 3D

Qualquer que seja o tipo de impressora 3D que você tenha escolhido, preste muito atenção ao tipo de material que ela usa para imprimir. Neste post estaremos focando nas impressoras que utilizam filamento PLA e ABS que vêm em dois tamanhos 1,75 e 3 mm e tem uma grande variedade de cores.

PLA

Material frágil e biodegradável que é uma boa opção para iniciantes. Provavelmente seja o filamento de impressão 3D mais popularmente encontrado e utilizado por aí. Ele é um dos materiais mais fáceis de se trabalhar e produz excelentes resultados nos detalhes do acabamento e nem é tão frágil assim dependendo da qualidade do filamento.

O que gostamos

  • Baixo custo
  • Boa durabilidade e resistência
  • Boa precisão dimensional
  • Qualidade do acabamento final
O que não gostamos

  • Baixa resistência ao calor
  • Não é indicado a exposição a luz solar
  • Filamento pode ficar quebradiço com o tempo
  • Não é muito resistente a impactos ou quedas

ABS

Material mais resistente utilizado nos blocos de LEGO. O ABS foi um dos primeiros plásticos a serem usados em impressoras 3D por possuir boas propriedades mecânicas e boa resistência a impactos, permitindo que você possa imprimir peças duráveis.

O que gostamos

  • Baixo custo
  • Resistente a impactos e ao desgaste
  • Tem um acabamento mais suave
  • Boa resistência ao calor
O que não gostamos

  • A base ou o interior da impressora deve ser aquecido

Como Escolhemos os Melhores Impressoras 3D

Devemos admitir, a tarefa de escolher os modelos de impressoras a citar nesse artigo não foi algo fácil. Tivemos que primeiro aprender tudo sobre elas e isso significa horas de vídeos, muitas pesquisas e leituras sobre o assunto e afins. Mas esperamos que toda essa dedicação possa lhe ajudar em sua busca por uma impressora 3D que supra suas necessidades com qualidade.

As Melhores Impressora 3D de 2018

E quanto as nossas recomendações de modelos, confira mais sobre elas a seguir, em uma review mais detalhada de cada uma, ou apenas conferindo nossa tabela das melhores impressoras 3D disponíveis no mercado.

Imagem Modelo Descrição Onde Comprar
MakerBot Replicator Mini Melhor Impressora 3D Compacta R$ 9.089,90 na Americanas*
MakerBot Replicator + Impressora Completa para Profissionais R$ 16.999,00 na Amazon*
Replicator Z18 Melhor Impressora para Protótipos R$ 44.000,00 na Amazon*
Mini Impressora 3D M3D  Uma Opção Compacta para Iniciantes R$ 2.688,35 na Americanas*
Anet A6  Kit Completo Para Montagem RepRap R$ 2.499,75 na Americanas*

Melhor Impressora 3D Compacta: MakerBot Replicator Mini

O que gostamos

  • Boa durabilidade e resistência
  • Software de fácil utilização
  • Qualidade do acabamento final bom
  • Fácil de usar
  • Bom suporte ao cliente
  • Imprime via USB e Wi-Fi
O que não gostamos

  • Sem plataforma aquecida
  • Filamento relativamente caro
  • Faz bastante barulho durante a impressão
  • Erros de impressão são comuns

Esta pode ser uma boa escolha para iniciantes por ser o modelo mais comparto fabricado pela empresa até agora e além de ser fácil de configurar e usar, você certamente irá conseguir imprimir muitas peças de alta qualidade.

Replicator Mini permite que você possa imprimir diversos projetos em 3D, podendo ser usados para uma infinidade de diferentes aplicações para realizar esse processo.

Sua base permite imprimir peças 10 x 10 x 12,50 cm, certamente é uma das menores impressoras 3D que estão a venda hoje no Brasil, isso pode ser muito interessante se você pretende imprimir objetos relativamente pequenos.

A extrusora inteligente, assim denominada pela fabricante, é extremamente fácil de instalar ou de remover, pois é mantida no lugar por imãs. Podemos determinar sua ‘inteligência” pelo fato que ela detecta automaticamente quando você está sem filamento e pausa automaticamente a impressão, sem isso ela iria continuar a impressão e você teria que começar tudo novamente, além da calibração automática. Pelas análises quer fizemos este processo não funciona sempre, encontramos algumas reclamações onde o processo de impressão não parou após terminar o filamento.

A Mini não possui um visor para que você possa executar suas funções, o único controle que ela possui é um botão iluminado por diversas cores, dependendo da cor indica o processo a ser executado. Por exemplo, se a cor indicada for azul, ela está pronta para imprimir.

Sua montagem é extremamente simples, não necessita sequer que ferramentas, basta apenas você conectar quatro partes que são separadas para que a impressora funcione corretamente.

O material utilizado para impressão é o filamento biodegradável PLA de 1,75 mm, no mercado existem diversas cores e modelos deste material, inclusive PLA especiais com neon e translúcidos entre outros.

A MakerBot disponibiliza um software para baixar, ele permite que você possa editar arquivos, salvar arquivos em uma biblioteca pessoal, baixar diversos objetos prontos para impressão e ainda poderá acessar os vídeos instrutivos para que você possa solucionar problemas ou aprender como utilizá-la.

Você ainda tem a opções de conexão através de USB ou Wi-Fi que permite impressões através do seu celular, tablet ou notebook entre outros aplicativos que estão disponíveis para baixar.

Compre na Americanas por R$ 9.089,90*Compre no Submarino por R$ 9.089,90*Compre na Amazon por R$ 9.200,00*

Impressora Completa para Profissionais: MakerBot Replicator +

O que gostamos

  • Excelente qualidade de impressão
  • Software poderoso e de fácil utilização
  • Confiabilidade
  • Impressão muito rápida
  • Bom suporte ao cliente
  • Imprime via USB e Wi-Fi
  • Impressora 3D completa
O que não gostamos

  • Sem suporte para filamento de terceiros
  • Algumas, mas raras falhas de impressão

Quando utilizamos a definição como sendo ‘completa’ estamos nos referindo as suas atualizações, nesta versão você irá encontrar melhorias na velocidade, maior plataforma de impressão, excelente processador e recursos de fluxo de trabalho que são muito úteis para você que é um profissional e pretende imprimir peças com extrema complexidade.

Assim como os outros modelos fabricados pela MakerBot a Replicator + tem um design muito bonito e com um acabamento impecável, toda preta com uma estrutura rígida que a mantem estável durante a impressão.

Apesar de ser toda aberta que proporciona fácil acesso a peça que está sendo impressa, ela é extremamente segura, pois sempre há o risco de se queimar ao tocar na extrusora quente, o bocal da extrusora foi posicionado em um local de difícil acesso.

A qualidade de impressão da Replicator + é considerada por muitos de boa para excelente, com poucos erros de impressão e a qualidade das peças impressas mesmo as de alta complexidade tem um acabamento muito bom. Outra alteração significativa é a base de impressão que é de 16,5 x 29,5 x 19,5 cm que é um bom tamanho para a grande maioria.

O filamento utilizado na Replicator + e o popular e biodegradável PLA 1,75 mm, aliás este é o único tipo de filamento utilizado pela impressora, mas ele tem uma infinidade de cores e modelos.

Assim como na Mini a Replicator + também tem uma extrusora “Smart Extruder +” é fácil de instalar e remover, pois ela é fixa somente por imãs e detecta automaticamente quando o filamento acaba pausando a impressão. 

O software utilizado que executa todo o processo de impressão é fácil de usar, MakerBot Print está disponível para download, este aplicativo é simples de usar você poderá visualizar em 3D os projetos carregados. Já o MakerBot Mobiile permite que você possa controlar os trabalhos de impressão através do seu tablet ou celular via USB, Ethernet ou Wi-Fi.

O display LCD colorido de 3,5 polegadas facilita a navegação e a configuração da Replicator +, além de poder acompanhar todo o processo de impressão. Há também uma câmera onboard, que permite monitorar todo processo de impressão e você poderá compartilhar ao vivo a impressão com seus amigos na rede social.

Compre na Amazon por R$ 16.999,00*Compre na Americanas por R$ 19.663,19*Compre no Submarino por R$ 19.663,19*

Melhor Impressora para Protótipos: MakerBot Replicator Z18

O que gostamos

  • Excelente qualidade de impressão
  • Software poderoso e de fácil utilização
  • Confiabilidade
  • Impressão muito rápida
  • Bom suporte ao cliente
  • Imprime via USB e Wi-Fi
  • Impressora 3D completa
  • Peças grandes
O que não gostamos

  • Sem suporte para filamento de terceiros
  • Algumas, mas raras falhas de impressão

Se você está buscando uma impressora 3D para impressão de Protótipos com uma qualidade superior e um acabamento fantástico a MakerBot Replicator Z18 é uma boa opção.

Esta é a maior impressora da MakerBot, o compartimento de construção da impressora foi construído com dimensões de 30,5 cm de largura, 30,5 cm de comprimento e 45,7 cm de altura, permite a impressão de protótipos e modelos complexos e de grande escala que até então não eram possíveis de serem impressos.

Para conseguir imprimir peças tão grandes a Replicator Z18 foi projetada com uma estrutura reforçada que a mantém estável, além do design elegante. Basicamente é isso que você precisa de uma impressora 3D industrial.

Você ainda poderá se conectar e imprimir com total conforto do seu celular, tablet ou notebook via Wi-fi, USB, unidade flash ou cabo Ethernet, assim como os sistemas operacionais Mac, Windows e Linux fazem parte desta magnífica impressora 3D.

O material utilizado para impressão é o mesmo que já citamos nas outras impressoras da MakerBot, PLA, que é considerado por muitos o melhor material para se trabalhar com a Replicator Z18, segundo a MakerBot a Replicator Z18 é ideal para imprimir modelos industriais, protótipos de motores, adereços de efeitos especiais em filmes entre outros.

Um deferencial que é muito bom da Replicator Z18 em relação aos outros modelos, é que ela tem uma construção fechada e aquecida. Você terá que ter mais paciência pois levará mais tempo para imprimir devido a grande área a ser aquecida, mas a qualidade das peças produzidas compensam a espera.

Através do display LCD colorido você poderá acompanhar todo o processo de impressão, a temperatura do bico, formatos de software disponíveis, que para a Replicator Z18 incluem STL, OBJ, Thing e MakerBot. O display ainda facilita a configuração e os ajustes necessários para a impressão. 

Não podemos deixar de comentar que está impressora 3D também possui a extrusora inteligente que detecta e envia uma mensagem quando está faltando filamento, muito útil para que você não desperdice seu tempo e material. Há também uma câmera onboard, que permite monitorar todo processo de impressão e você poderá compartilhar ao vivo a impressão com seus amigos na rede social.

Compre na Amazon por R$ 44.000,00*Compre na Americanas por R$ 44.000,00*Compre no Submarino por R$ 44.000,00*

Uma Opção Compacta para Iniciantes: Mini Impressora 3D M3D

O que gostamos

  • Bonita, compacta e leve
  • Software simples de usar
  • Silenciosa
  • Preço acessível para iniciantes
  • Configuração simples
O que não gostamos

  • Qualidade de impressão
  • Tempo de impressão
  • Área de impressão pequena
  • Sem Wi-Fi

A Mini M3D é uma das melhores opções para você que busca uma impressora 3D com um valor acessível e não está preocupado com a qualidade de impressão que não é top, mas certamente irá atender suas expectativas como iniciante nessa nova tecnologia.

Ela permite que você faça a impressão de objetos com o tamanho de até 19 cm de altura e 18 cm de largura, pelo tamanho da impressora nos surpreendeu o tamanho dos objetos que podem ser impressos.

O material utilizado para impressão é o filamento PLA de 1,75 mm, mas esta incrível impressora ainda tem mais duas opções de filamento, ABS e ABS-R ambos os três são biodegradáveis, mas o filamento ABS-R é mais maleável e praticamente não tem cheiro, mas não é recomendado pela fabricante o uso de ABS.

O software de impressão 3D da Micro é um dos mais simples é voltado para usuários iniciantes e permite que qualquer pessoa consiga criar brinquedos e diversos objetos com extrema facilidade, ele é compatível com filamentos PLA e ABS. Seu design é muito simples, mas atraente, basta você olhar e se encantar com a Mini, ao efetuar a impressão ela é muito, mas muito silenciosa.

Para muitos usuários a qualidade da impressão foi moderada, poderíamos dizer justa pelo seu tamanho, os objetos impressos tinham um acabamento mais grosseiro e alguns detalhes do objeto não eram impressos, no geral podemos definir que a Mini M3D é de nível básico, realmente para iniciantes.

Compre na Americanas por R$ 2.688,35*Compre no Submarino por R$ 2.688,35*

Kit Completo Para Montagem RepRap: Anet A6

O que gostamos

  • Impressora de código aberto
  • Ótima qualidade de impressão
  • Você terá um excelente conhecimento sobre as impressora 3D
  • Fácil de usar e configurar
  • Mesa aquecida
O que não gostamos

  • Leva um bom tempo para montar
  • Montagem complicada
  • O Kit não é ideal para todos
  • Podem estar faltando itens
  • Preço alto

Se você adora desafios, gosta de montar e desmontar coisas a equipe do Geek360 separou uma impressora 3D que você terá que iniciar do zero, fazer toda a montagem através de vídeos e uma excelente documentação.

Existem diversos modelos Anet A6 com vários tipos de materiais, disponível no brasil encontramos uma em acrílico de 8 mm de espessura, que após a montagem você terá uma impressora com um estrutura rígida com um design aberto.

A qualidade de impressão é muito boa, sua mesa aquecida permite que você possa utilizar o Filamento ABS ou PLA 1,75 mm. Se analisarmos bem, por ser uma impressora que você terá que montar, ter uma mesa aquecida e possibilitar a impressão com o Filamento ABS já podemos considerá-la como sendo uma boa opção. Sera?

No entanto, uma vez que você realmente comece e dê uma olhada de perto na quantidade de peças e acessórios a serem montados, isso é realmente um desafio, torna-se rapidamente evidente que isso não é tão fácil assim, você terá que gastar horas para deixá-la funcionando.

A Anet A6 é uma impressora 3D de código aberto, ou seja, você tem acesso ao projeto, desenhos mecânicos, código de fonte entre outros, desta forma qualquer um com habilidades e recursos suficientes pode construir sua própria versão melhorada.

Sua base para impressão é de 210 x 210 x 210 mm, um tamanho médio que é ideal para uso doméstico, mas os usuários avançados poderão aprender muito com ela e certamente irão testar o seu desempenho ao máximo.

Resumindo, se você estiver disposto a investir um bom tempo e muita dedicação necessária para sua montagem, você terá uma impressora 3D confiável e com uma impressão de qualidade.

Melhores Impressoras 3D de 2018

Impressora-3D

Melhores Impressoras 3D de 2018

Última atualização: . Preços e disponibilidade dos produtos sujeitos a alterações.

Neste post, a equipe do Geek360 irá explicar praticamente tudo o que você precisa saber sobre impressão 3D, começando com alguns conceitos básicos de impressão 3D e até as aplicações e características mais avançadas, que irão lhe ajudar muito a entender um pouco mais sobre essa tecnologia revolucionária. As impressoras 3D certamente são uma das tendências do mercado atualmente, pois além de ser um mercado em expansão, ainda é uma tecnologia relativamente recente que vem sendo melhorada e aprimorada a cada dia que passa.

A impressão 3D pode literalmente ser usada para tudo, abrangendo vários setores, desde áreas da educação e lazer até a indústria e produção em larga escala, assim como da prototipagem rápida até o gerenciamento e produção de peças de reposição. As impressões 3D podem ajudá-lo a desenvolver mais rapidamente o seu negócio, fabricar produtos de melhor qualidade e por aí vai.

Imagem Modelo Descrição Onde Comprar
MakerBot Replicator Mini Melhor Impressora 3D Compacta R$ 9.089,90 na Americanas*
MakerBot Replicator + Impressora Completa para Profissionais R$ 16.999,00 na Amazon*
Replicator Z18 Melhor Impressora para Protótipos R$ 44.000,00 na Amazon*
Mini Impressora 3D M3D  Uma Opção Compacta para Iniciantes R$ 2.688,35 na Americanas*
Anet A6  Kit Completo Para Montagem RepRap R$ 2.499,75 na Americanas*

Quando você adquire uma impressora 3D, precisa estar ciente das diferenças tecnologias responsáveis pela impressão dos seus modelos. As três principais tecnologias de impressão 3D mais conhecidas são Estereolitografia (SLA), Sinterização seletiva a laser ou Fusão (SLS / SLM) e Fused Deposition Modeling (FDM) abaixo iremos falar um pouco mais sobre elas.

Mas se sua impressora é toner ou tinta

click aqui para saber mais

5 problemas comuns com impressoras. e como resolvê-los

Vazamentos de tinta têm solução. O mesmo pode ser dito de impressoras que engasgam com papel. Você sabe o que fazer quando isso acontece?

Freeing up a paper jam
Todos os dias, diversos problemas com impressoras transformam a vida dos usuários em uma via crucis. Alguns deles são bastante comuns e relativamente fáceis de resolver. Conheça os principais:
1. Engasgar com papel
Fenômeno que ocorre quando algo interrompe o fluxo de papel em seu caminho da bandeja até a saída do documento impresso. Por vezes, a impressora entrega uma folha de papel toda amassada, outras, interrompe o processo de impressão no meio e trava à espera de alguém para socorrê-la e extirpar a página parcialmente impressa.
Siga esses passos para sofrer menos quando isso acontecer:
I. Desligue a impressora – afinal de contas não queremos faíscas, queimaduras ou curto-circuito causado por anéis e pulseiras. Impressoras laser normalmente trabalham em temperaturas elevadas; vale aguardar até que esfriem.
II. Abra todas as comportas que levam até o papel e que estejam em sua rota dentro da máquina. Se estiver em dúvida sobre onde está o problema, comece pela bandeja e vá seguindo até chegar à área em que o papel é impresso. Todas as travas devem ser liberadas nesse processo.
III. Retire cuidadosamente o papel e eventuais pedaços do interior da impressora. Se possível, puxe a(s) folha(s) no sentido que elas normalmente percorreriam a máquina; assim você evita danificar a parte mecânica da impressora. Seja minucioso e tire todas as folhas e fragmentos que podem vir a interromper o fluxo em impressões futuras. Se acontecer de danificar algum componente interno, pare o que faz e chame a assistência técnica.
IV. Feche todas as portas e travas, alimente a impressora com papel seco e ligue a máquina. O processo de impressão deverá recomeçar de onde foi interrompido. Se isso não ocorrer, repita as operações acima. Se não resolver, acione a assistência e reze para que seja um mal menor e não a substituição do cabeçote ou da rebimboca da parafuseta.
2. A interminável fila de impressão
A impressora mais moderna do mundo ainda tem uma limitação: atender apenas a uma solicitação de job por vez. Às vezes não dá conta de realizar uma impressão e, presa a esse trabalho, provoca atrasos em todas as tarefas enfileiradas.
Possivelmente, um trabalho ocupou toda a memória da impressora ou um documento está configurado para ser impresso em determinado tipo de papel sem que este esteja na bandeja da máquina. Também pode ser fruto da configuração da alimentação do papel (definido para manual).
I. Se for uma impressora dedicada, conectada diretamente em seu PC, basta interferir no painel de controle (sistemas Windows) ou nos Utilitários de Impressão de máquinas munidas com SOs Apple e cancelar a ordem de impressão.
II. Impressoras de rede atendem a várias solicitações e as listam para aos usuários, esses, porém, não podem interferir em jobs que não sejam seus. Vale contatar os analistas de suporte para resolver a questão.
3. Vazamentos de tinta ou manchas de toner
Os pigmentos na tinta para impressoras e tonners são feitos para cumprir três tarefas: gravar, secar e permanecer. Mas tudo isso no papel e não no chão, nas mãos ou nas camisas brancas.
Toner
Ao derramar acidentalmente, preste atenção nos seguintes passos:
– Seque o local em que caiu;
– Não inalar o toner.
Para remover:
– Não use água fria, morna ou quente; prefira produtos de limpeza normais;
– Evite usar um aspirador de pó convencional, pois por ser um pó muito fino, pode vazar por outros cantos do aspirador. Existem aspiradores especialmente desenvolvidos para sugar toner. Eles trazem bicos que permitem alcançar cantos remotos dentro de impressoras e de mesas;
– Em casos de superfícies lisas, use toalhas de papel ou panos especiais (que atraem estaticamente o toner) e jogue em sacos de plástico bem fechados.
Tinta
Não chore a tinta derramada, remova. Eis como:
– No caso de superfícies lisas, seque a tinta com um pano ou lenço absorventes. Em seguida use um produto de limpeza para remover eventuais manchas, sempre de acordo com a superfície específica. Não espere secar.
– Caiu tinta na pele? Seque a tinta em excesso e continue lavando a pele com o sabonete de sua preferência. Não saiu? Esfrega que sai. Evite usar produtos de limpeza adicionais. Normalmente, água morna e sabonete dão conta.
– Tinta em tecidos ou no carpete. A receita chama-se água e sabão. Faça movimentos verticais, não desenhe em círculos nem de um lado para o outro. Nos dois casos você estará espalhando a tinta pelas fibras do tapete no lugar de removê-las.
– No interior da impressora. Aí complicou. É uma trabalho difícil e o resultado é incerto. Mas, se quiser experimentar, faça o seguinte:
I. Desligue a impressora se for possível. Alguns modelos somente permitem acesso à área de cartuchos quando ligadas. Se este for o caso, mantenha a máquina ligada até retirar os reservatórios de tinta. Mas vale pensar se remover o cartucho não vai causar mais danos que se deixá-lo por hora onde está. Se optar por remover os causadores da invasão, tenha em mãos um recipiente para acomodá-los.
II. Com um pano seque o máximo de tinta que conseguir. Use tecido que não solte felpas umedecido com álcool. Cuide para não deixar nada preso no interior da impressora.
III. Faça um teste de impressão e procure por evidências de tinta por toda a folha.
4. Queda de energia elétrica durante uma impressão
Não é complicado de resolver. Pode ser encarado como um tipo de jam (papel engasgado).
I. Desligue a máquina, pois não queremos que o processo de impressão recomece enquanto você remove a folha parcialmente impressa.
II. Ligue a impressora novamente e observe se há mensagens de erro ou sons estranhos que possam indicar danos internos.
III. Impressoras laser requerem que você leia as instruções de como remover o tonner que ficou preso entre o cartucho e a cabeça de impressão. Já os modelos que operam com tinta demandam que os cartuchos sejam limpos antes de continuar o processo de print. Antes de continuar a imprimir o documento, realize um teste para verificar que está tudo bem com a máquina. Em inglês existe a sigla ”RTFM”; significa algo como “prezado usuário, por favor, leia o manual”.
IV. Para evitar que caso semelhante volte a acontecer, procure instalar um no-break na impressora.
5. Imprimindo do lado certo em papel fotográfico
Os intermináveis segundos que o separam de uma fotografia impressa estão para passar, quando, para o seu desespero, você se dá conta de ter colocado o caro papel fotográfico virado do lado contrário, justamente aquele que não absorve tinta.
O que fazer?
I. Se der tempo, cancele a impressão, principalmente se estiver imprimindo uma série de fotos.
II. Retire cuidadosamente as folhas de papel da impressora evitando que a tinta escorra e vá parar no chão ou nas roupas. Se quiser, pode usar um lenço para segurar as películas, uma vez que a tinta pode manchar suas mãos.
III. Jogue tudo no lixo. Sim: pode ir se despedindo do papel e da tinta caríssima. Da próxima vez, certifique-se de ter inserido o papel do lado indicado no manual da impressora.

SAIBA MAIS CLICKANDO AQUI

Recarga de cartucho de impressora

A recarga de cartucho de impressora é um processo simples e de sucesso se utilizar a técnica e a tinta de recarga correta.

é necessário entrar em contato conosco e tirar todas as suas duvidas antes da compra

Entender as técnicas e saber o que pode ou não fazer no cartucho e se é possível a recarga daquela marca e modelo.

Duvidas??? CLICK AQUI

Utilização do Álcool Isopropílico

spray-all-lub-alcool-isopropilico

O Álcool Isopropílico é indicado para limpeza de peças já usadas e depois ficaram algum tempo paradas ou algum componente.

O álcool elimina qualquer eletricidade estática do componente parado. Ex: Placa de vídeo, placa de rede, placa de som, memória, placa lógica de HD e etc.

É recomendado sempre de remover toda a poeira antes de aplicar o liquido.

Se tratando de alguma placa lógica, ex. placa mãe de computadores, que possua bateria,  antes de usar o Álcool Isopropílico retire a bateria, pois como o álcool é um líquido,  sem a retirada da bateria antes, você pode causar um pequeno curto.

 

SAIBA MAIS: CLICANDO AQUI

Problemas com Impressora

Quando algo sai errado o mais comum é culpar a impressora/fabricante, o cartucho, a tinta de má qualidade ou o técnico que realizou a recarga. Mas e o papel? O papel é tão importante quanto a tinta.

problemi-con-la-stampante-e1488391739173

1: Umidade do papel. Ao retirar o papel da embalagem é como se ele virasse uma esponja, pronta para absorver toda a umidade do ambiente. Por este motivo o recomendável é não deixar o papel na bandeja. Deixe somente a quantidade que será usada no dia e guarde o restante para impedir o contato com a umidade. A umidade gruda uma folha na outra, a impressora puxa 2 ou 3 folhas e acaba travando.

2: O tipo de papel. Sabemos que existem variações de qualidade de papel no mercado e isso também influencia na hora de imprimir. Além disso, existe também grande variedade de tamanhos,gramaturas, brilhantes, porosos, reciclado, colorido, etc. Procure investigar se sua impressora aceita tipos variados de papel e configure a impressora para o tipo de papel desejado. Conforme a configuração, a impressora vai se adaptar ao processo de impressão. Lembre-se que dependendo do papel a tinta não irá se fixar.

3: Além dos cuidados com a quantidade de papel, é importante seguir as indicações da impressora quanto ao ajuste das réguas da bandeja à largura e comprimento do papel para que ele não seja puxado de maneira torta e emperre e se emperrar, puxe cuidadosamente para não rasgá-lo fazendo que pedaços pequenos piquem presos no interior da impressora dificultando a retirada.

IMPORTANTE: Nunca abra sua impressora, se ela estiver ainda na garantia.

Saiba Mais.

Atolamento de Papel na Impressora

O atolamento de papel na impressora é um problema comum que acontece frequentemente. Isso pode acontecer por vários fatores, como folhas úmidas e mal colocadas na bandeja, entre outros. A maneira que o papel é colocado na impressora é fundamental para garantir o bom funcionamento. Pode até parecer uma grande economia de tempo encher a bandeja da impressora com um monte de papel, mas a pressa é inimiga da perfeição. O papel em excesso na bandeja de alimentação pode causar problema na tração dos roletes, uma vez que podem ser puxadas mais de uma folha ao mesmo tempo causando o atolamento. Caso isso aconteça tenha calma.

Freeing up a paper jam

Como evitar:

  • Abasteça sua impressora somente com papéis apropriados e não exceda a quantidade máxima de folhas estabelecida pelo fabricante.
  • Assegure-se de que o papel não esteja úmido (guarde-o sempre num local seco, arejado e protegido do sol) e de que as folhas não estejam “grudadas” umas nas outras (convém sempre “ventilá-las” antes de introduzi-las na bandeja).
  • Verifique se os delimitadores – guias deslizantes que auxiliam a introdução do papel – estão devidamente ajustados para a largura do papel utilizado (eles não devem ficar nem frouxos nem apertados demais).
  • Atente também para os pequenos roletes que tracionam o papel. Mantenha-os sempre limpos (com um cotonete úmido) para evitar que as folhas sejam tracionadas de maneira desigual, o que resulta numa impressão torta ou no atolamento do papel.
  • Se o atolamento for frequente pode ser devido ao desgaste nos roletes de tração ou sujeira. Com o tempo, poeiras e fibras de papel ficam grudadas nos roletes e dever ser removidas. Fique atento, pois às vezes há a necessidade de trocar o rolete.
  • Se ocorrer do papel enrolar junto ao rolo pressor, não tente tirar. Neste caso só um técnico poderá te ajudar.

Sem Título-1 cópia

Quando ocorrer o atolamento:

1. Desligue a impressora
2. Abra a tampa de saída do papel. E caso haja necessidade retire o cartucho de toner.
3. Segure o papel preso com suas mãos.
4. Puxe o papel lentamente para não rasgá-lo e puxe-o para fora.
5. Certifique-se de que todos os papéis presos foram removidos.
6. Feche a tampa de saída de papel, em seguida, ligue a impressora, coloque o papel e tente imprimir novamente.

Algumas impressoras têm portinholas (geralmente na parte traseira) destinadas a facilitar a remoção do papel atolado; outras permitem diminuir a pressão do rolo, para que as folhas possam ser retiradas mais facilmente. Seja como for, jamais utilize ferramentas ou quaisquer objetos que possam danificar os componentes do aparelho.

Impressoras são equipamentos muito sensíveis e frágeis. Simplesmente tocar em alguns componentes interiores pode ter efeitos negativos duradouros. Se você não tiver certeza do que esta fazendo, procure uma assistência técnica especializada.

PASSO-A-PASSO DE COMO CONFIGURAR SUA IMPRESSORA WIFI

Impressoras com wifi já são equipamentos comuns hoje em dia, graças ao barateamento dessa tecnologia. Antes de iniciar a configuração da sua impressora wifi, você precisa instalar esta impressora no seu computador.

Sem Título-1 cópia

Passo 1: Depois de ligar a sua impressora, certifique-se de que o wifi também esteja habilitado.

Passo 2: Depois de verificado o wifi, ative a função Wifi-Direct caso ela ainda não esteja ligada. (Assim como o sinal wifi, o ícone da função irá aparecer no painel.)

Passo 3: Para conectar seu dispositivo com o Wifi Direct da impressora pela primeira vez, pressione uma vez o botão de “Informações”.

A impressora vai imprimir uma folha com as configurações de fábrica da impressora, inclusive com a senha do Wifi-Direct, que por padrão vem de fábrica como “12345678” (verifique o seu modelo).

Passo 4: Do seu dispositivo, ache a rede wifi da sua impressora HP. Por padrão, vem nomeado com o modelo da sua Impressora.

Passo 5: Ache a imagem ou documento que você deseja imprimir com a impressora. Clique com o botão direito do mouse e vá em “Imprimir”.

Certifique-se de que seu toner ou cartucho HP estejam carregados e a impressora alimentada com papel antes de começar a impressão.

Passo 6: Ao imprimir, no campo “Impressora”, selecione a impressora que você deseja usar, da seguinte maneira: modelo-da-impressora + (Rede).

Selecione a opção com o final “Rede”, caso você selecione somente o modelo, o dispositivo entenderá como uma impressão via cabo usb.

Passo 7: Depois de configurada a impressão, clique em imprimir.